DÚVIDAS DOS PROFISSIONAIS DE TI SOBRE INDÚSTRIA 4.0

As 7 maiores dúvidas dos profissionais de TI sobre Indústria 4.0

Todo Gestor de T.I.  já sabe que, quando o assunto é Transformação Digital e Indústria 4.0, a jornada é grande e o trabalho é árduo. Toda a equipe de T.I. se torna o centro das atenções na empresa, e essa responsabilidade é extrema.

As rotinas e estudos vão além das conhecidas Gestão Ágil e Metodologia Scrum, que também são usadas para desenvolver e implementar projetos sobre essa digitalização.

Isso porque a pressão das decisões para consolidar essa mudança, com treinamentos e implementação correta das ferramentas e tendências de indústria 4.0, recai sobre esses profissionais.

É aí que aparecem as principais dúvidas dos profissionais de TI sobre indústria 4.0, que podem facilmente trazer inseguranças e interromper os avanços rumo à evolução. Por isso, preparamos este artigo, que tem o objetivo de esclarecer os tópicos mais comuns. Confira!

Principais dúvidas dos profissionais de TI sobre Indústria 4.0

1- Quais são as vantagens da Indústria 4.0 para as empresas?

Além de proporcionar precisão e controle à gestão, a Indústria 4.0 garante total mobilidade, conectividade, integração e inteligência em todo o processo produtivo e administrativo.

Tudo leva a uma produtividade maior, pois investir em tecnologia favorece a automação de processos, além de agilizar e tornar mais precisas todas essas execuções.

Com isso, os profissionais podem ser aproveitados em funções estratégicas, que agregam mais valor e resultados ao negócio. Essa otimização, tanto dos recursos humanos como de outros recursos, traz mais eficiência operacional e de desempenho.

E como tudo se interliga, as máquinas autônomas e toda essa eficiência da fábrica inteligente geram redução de gastos, erros e paradas e custos de produção.

Isso sem falar da economia de energia e mais possibilidades para explorar novos modelos de negócio, já que o formato permite uma continuidade de oportunidades com a manufatura avançada.

2- O que é preciso saber para implementar a Indústria 4.0?

Essa dúvida atormenta o profissional de TI porque se relaciona com a necessidade de conhecimento em diversas áreas da tecnologia e da gestão 4.0, além de domínio de conceitos como fábrica conectada e indústria inteligente.

É preciso conhecer muito bem o sistema já implantado na empresa, além de se interessar pelas novas tecnologias e se familiarizar com IoT na fábrica, Cloud na indústria 4.0, RPA, Big Data, automação industrial, Data Science, BI, Data Analytics, OT e IA na indústria entre outras.

Mas não se preocupe! Preparamos um artigo bem completo sobre como preparar a sua empresa para a Indústria 4.0. Além disso, você pode contar com nossa consultoria sobre o assunto, é só mandar uma mensagem para nós.

3- Qual é a importância de conhecer e trabalhar com dados?

Dados são a base para o perfeito funcionamento da Indústria 4.0. Os motivos são óbvios: tudo que existe em uma estrutura 4.0 troca informações em tempo real.

Isso vale para todos os setores, os processos, os profissionais, os equipamentos, todas as capacidades e as manutenções. Os dados são coletados em tempo integral e, já são a matéria prima da Inteligência Artificial.

4- É fácil fazer a integração de sistemas TI / OT?

O ERP é essencial para o processo 4.0 da digitalização. Com ele, a coleta de dados é completa e em tempo real. No entanto, só a boa integração do ERP com o seu MES vai garantir a total integração das informações com as máquinas do chão de fábrica. Por isso, o tema assusta e instiga os profissionais do T.I.

O fato é que a maioria das máquinas já contam com sensores e controladores (CLP/CNC) que podem ser complementados com redes de sensores IoT, conectados a algoritmos de IA, com a possibilidade de ajustar a produção em real time. As redes fornecem esse controle de sistema servo e motor pela Internet das Coisas.

Tudo se integra por meio dessa conectividade da IoT e torna-se uma função mais autônoma e automatizada pela Inteligência Artificial. Além desse processo, recursos, como Tags RFID podem ser usados para rastrear e direcionar materiais, requisitar peças, fazer reposição just-in-time e gerir ativos.

Além dos ajustes na produção isso também possibilita a previsibilidade exata de demandas, controle para evitar atrasos, entrega just-in-time e até alterações dinâmicas de pedidos.

Quando combinados com outros dados sobre materiais, as RFID e outros rastreadores geram insights para processar matérias-primas, até o produto final.

Mesmo assim, a integração de sistemas ERP e MES, SCADA, PLCs e CNCs pode trazer desafios, como a existência de máquinas antigas, incompatíveis e desconectadas, falhas da segurança, limitação das capacidades de automação, falta de colaboração entre TI e OT.

A integração entras essas últimas é importante já que o TI trabalha com sistemas de dados e o OT (Operational Technology) usa hardwares e softwares para o controle de equipamentos industriais. Mas, com boas práticas e as parcerias certas, é possível integrá-las perfeitamente.

5- Quais são os riscos de tanta conectividade para a cibersegurança da empresa?

Os riscos que a conectividade das máquinas com o MES e do MES com o ERP na rede, trazem para a cibersegurança da empresa está nas vulnerabilidades dos dados corporativos aos ciberataques.

Isso expõe os sistemas, softwares e plataformas a malwares, worms, códigos ou programas maliciosos. A preocupação é com a interrupção das operações, que dão prejuízos.

Por isso, investir em soluções de cibersegurança industrial é indispensável para proteger cada nível, inclusive, servidores SCADA, HMIs, PLCs, estações de trabalho dos engenheiros, conexões de rede e pessoais, sem impactar a continuidade operacional e a regularidade de processos.

É necessário escolher fornecedores confiáveis para seguir tranquilo na jornada 4.0.

Além disso, é bom que a equipe de T.I. obtenha conhecimentos e treinamentos sobre a norma ANSI/ISA 99 que foi elaborada pela ISA (The Instrumentation Systems and Automation Society) para garantir a segurança da informação em redes industriais.

Nela constam as boas práticas para reduzir o risco de redes de sistemas de controle sofrerem ciberataques.

6- O que é MES e qual é sua influência nessa transformação?

MES significa “Manufacturing Execution Systems” ou Sistemas de Execução de Manufatura. Servem para gerenciar as atividades de produção e são responsáveis pela ligação entre planejamento e chão de fábrica.

Sua importância vem da lacuna que existe entre o ERP e os softwares da linha de produção. O MES pode importar dados do ERP e integrá-los com as rotinas da produção para gerir e sincronizar as tarefas com o fluxo de materiais. É um recurso fundamental para a Indústria 4.0.

Nesse artigo aqui, a gente explica tudo sobre o MES e as suas funcionalidades, além desse, que fala especificamente sobre como ele funciona na nuvem.

7- Como escolher bons fornecedores?

A transformação da sua empresa exige muito cuidado na seleção dos fornecedores. É preciso prestar atenção nas prioridades da sua Jornada 4.0 e conhecer a experiência, a capacidade e a especialidade de cada fornecedor.

Se for preciso, defina critérios que sejam essenciais para os seus parceiros. Você pode exigir transparência e boa comunicação para estar sempre por dentro das etapas de implementação.

É interessante buscar referências e indicações no mercado e notar a história e os cases já conduzidos pelos fornecedores mais cotados.

Nesse contexto, a PPI Multitask oferece não só o know-how de anos de experiência no desenvolvimento de sistemas para indústria e sua Jornada 4.0, como conta com o reconhecimento, a confiança e o padrão de qualidade da WEG no mercado industrial.

Qualquer dúvida sobre este artigo, é só entrar em contato com os nossos consultores. Para receber as últimas novidades e as informações sobre a Indústria 4.0 no seu e-mail, assine a nossa News.

    Receba nossos novidades

    Uso de Cookies

    Este site usa cookies para melhorar a sua experiência online. As informações detalhadas sobre o uso de cookies deste site estão disponíveis em nosso Aviso de Privacidade. Ao continuar acessando o site você concorda com a nossa política de uso de cookies.

    Mais informações aqui Sim, eu concordo