O que é APS – Advanced Planning and Scheduling Systems?

As soluções de programação de produção baseadas em sistemas APS (Advanced Planning and Scheduling Systems), fazem o sequenciamento com capacidade finita e geram programas de produção realistas e altamente confiáveis, porque respeitam a disponibilidade efetiva de recursos produtivos, a existência de restrições operacionais, as condições de demanda e as políticas de atendimento da empresa. Ao programar a ordem das operações produtivas, os sistemas APS consideram, simultaneamente, os turnos de trabalho e a eficiência de máquinas e operadores, a necessidade de ferramentas, os tempos de setup, além de prioridades e datas de entrega prometidas. Estes softwares têm como principais características a rapidez e performance no processamento;  a precisão nas programações geradas; a elevada capacidade de refletir a realidade operacional dos diferentes sistemas de produção e a alta tecnologia com que são desenvolvidos.

Aplicações

Os softwares APS se mostram extremamente adequados para empresas que atuam em ambientes mais complexos e dinâmicos, pois conseguem absorver e tratar a maioria das variáveis envolvidas no processo de decisão sobre programação, deixando na mão do programador apenas as decisões estratégicas de produção.

Os sistemas APS podem ser empregados em praticamente todos os ambientes e sistemas produtivos, mas seus benefícios são maiores em empresas:

  • Onde a programação de produção é baseada na capacidade e não na disponibilidade dos materiais;
  • Com estrutura de produtos simples, mas com muitas operações;
  • Onde o seqüenciamento das ordens de produção influencia muito na produtividade;
  • Com fluxos de produção complexos que não podem ser simplificados e onde existe dificuldade de aplicação de gestão visual;
  • Onde há variação significativa de carga ao longo do tempo ou sazonalidades;
  • Que apresentam gargalos variáveis em função do mix de produção;
  • Que produzem por encomenda onde o lead time é muito variável em função da carga da fábrica.

Como se pode perceber o potencial de aplicação desta categoria de software é enorme, projetando um mercado extremamente promissor para as empresas que nele atuam. No Brasil o uso de ferramentas APS ainda é pequeno, mas esse quadro deve se alterar significativamente dentro de pouco tempo. De um lado a falta de informações a respeito desta tecnologia e o reduzido número de implantações no país geram uma certa desconfiança inerentes a qualquer novidade. As empresas que já os utilizam estão conseguindo resultados surpreendentes, adquirindo reais vantagens competitivas. Por outro lado, o país atravessa um momento bastante propício para a adoção deste tipo de ferramenta. Com a globalização, economia estabilizada e ambiente competitivo, o uso de uma ferramenta especialista em programação avançada pode dar a organização um diferencial de competitividade significativo. Outro fator que contribui para esta perspectiva otimista é a mudança de cultura sobre tecnologia da informação. Praticamente todas as grandes e médias empresas já implantaram ou estão implantando Sistemas Integrados de Gestão, os famosos ERP’s. A grande maioria dos ERP’s disponíveis possuem excelentes módulos de contabilidade, orçamento e controladoria, mas, infelizmente, não conseguem lidar com a dinâmica do ambiente produtivo. Os softwares APS apresentam-se, portanto como de grande aplicação pois podem ser integrados aos ERP’s complementando-os e potencializando seus benefícios para as empresas usuárias.

Benefícios

 

Em geral, os softwares APS geram resultados espantosos em um curto espaço de tempo. Isso acontece porque as mudanças ocorrem diretamente na atividade fim da empresa, onde é gerado o verdadeiro lucro. Esses ganhos são cumulativos e, quase sempre, permanentes. O uso de softwares APS gera resultados tangíveis e intangíveis. Muitos deles podem ser estimados em termos quantitativos e financeiros. Outros, nem por isso menos relevantes, não são passíveis de mensuração. Aqui se incluem, por exemplo, as mudanças no ambiente de trabalho e as melhorias dos processos de tomada de decisão.

APS e os ganhos de eficiência e melhoria de desempenho

  • Aumento de capacidade aparente
  • Redução dos estoques de produtos acabados
  • Redução de estoques de materiais em processo
  • Melhorias no atendimento dos pedidos
  • Redução dos efeitos de alterações nos
  • Redução de imprevistos
  • Redução de ociosidade de recursos
  • Melhor gerenciamento de compras de materiais e serviços
  • Melhoria nas relações com clientes e fornecedores
  • APS e os ganhos de efetividade no controle do negócio

A utilização dos softwares APS, melhora muito a capacidade de intervir no processo com antecedência, buscando reduzir ou eliminar efeitos não desejados. Ganha-se muita tranquilidade e segurança nas decisões rotineiras, relativas à programação da produção, uma vez que todas elas estarão definidas no software, cabendo ao programador (ou PCP) decidir quais os critérios de programação e incrementar novas restrições de processo, etc. Observa-se também melhorias nas relações internas da empresa, principalmente entre as áreas de vendas e produção que, via de regra, são eternamente conflitantes. As ferramentas APS oferecem maior segurança, com relação aos prazos de entrega, uma das variáveis mais importantes para a área de vendas. Também se observam melhorias nas relações com a área de manutenção que poderá valer-se das informações precisas de programação para também se programar melhor. E as próprias atividades de manutenção podem ser feitas utilizando o mesmo software. O programador pode aprimorar seus critérios e estratégias de programação, otimizando-a cada vez mais no que diz respeito a moagem de esmaltes, horários de trocas de produtos nas linhas, manutenções, etc.

APS e os ganhos na gestão estratégica do negócio

Neste aspecto, observa-se um grande potencial de ganhos na medida em que se pode simular resultados em vários cenários. Por exemplo, se um certo produto for produzido por um longo período, quais seriam as consequências? (custo de aplicação, mão-de-obra, etc); ou se um determinado produto deixar de ser produzido? Pode-se usar os softwares APS também como uma ferramenta de auxílio na análise de investimentos em máquinas.  Por exemplo, podem ser realizadas simulações de planos de produção para atendimento de cenários de demanda, com a introdução de novos equipamentos. As empresas também podem utilizar a ferramenta para auxílio na definição de políticas de produção e de atendimento, ou seja, produzir ou não certa quantidade de um produto, priorizar clientes, etc.

Leave a Reply

X